terça-feira, 27 de setembro de 2011

Um ano!

O primeiro aniversário a gente nunca esquece, né? E, olha, se a Lola queria deixar a gente impactado com sua capa de aniversário… conseguiu!
A estrela escolhida para esta edição especial é a figurinha carimbada Grazi Massafera.
pessoal da redação, manda a capa em alta pra gente, vai…
Como é aniversário e Grazi é musa, foram preparadas duas capas completamente diferentes para a estrela. Na primeira, uma superprodução que deu errado, MUITO errado.
Gente, é sério, essa capa ao vivo tá um horror. O Lola GIGANTE em hot stamping prateado tá uma coisa cafona, ainda mais junto com esse fundo preto e essa maquiagem escura, carregada. Achei a proposta tão comum – meio anos 90, sabe? - completamente fora do que esperamos da Lola, que é sempre tão fresca e inovadora.
E aí vem a capa branca! Que alívio… Nela o hot prata funciona lindamente, o sorrisão natural de Grazi ilumina a capa e a foto menos produzida ganha de todas as demais que estão ao seu lado na banca. E, aí sim, isso é o que esperamos de Lola. Essa coisa milimetricamente despretenciosa. LINDO!
lola-magazine-outubro-assine
O ensaio é de Daniel Klajmic, com maquiagem de Max Weber e stylling de André Lima. Tem making off AQUI.

6 comentários:

thiago disse...

Credo, a Grazy ta HORRÍVEL na capa de fundo branco. Da até medo de ficar olhando.

Já na de fundo preto ela ta linda, linda, linda. Só o batonzão escuro que ta dispensável!!!

Leandro disse...

Tbm prefiro a capa branca. Mil vezes. Mas acho que escolher a Grzi é escolher o caminho mais fácil do percurso. Curto mais qdo a Lola vai pelo caminho mais dificil.

Romualdo disse...

Alguém faz mais capa que a GRAZI no Brasil?

pululante disse...

despretenSiosa, por favor! ;)

Lena disse...

pululante é o ombudsman geral da nação. Rsrs

Adoro a proposta da Lola. Levei pra casa a capa branca. Gosto da Grazi sorrindo e leve.

Mas a entrevista do meu adorado Domingos de Oliveira com a Grazi é a coisa mais banal q já li...tá, q a Grazi, não tem mais nada a dizer depois de 254.978 capas...mas dava pra sair do lugar comum como é a proposta da Lola, ou ao menos, se preparar levemente para a entrevista?

Gostei mto do artigo da Denise Fraga e o da Gueiros decepcionou.

Gabi César disse...

Eu não gostei da capa preta nas bancas, achei que o recorte (?) do cabelo ficou meio artificial. Não consegui decidir se pareceu fake (feito em outro fundo e depois recortado) ou o quê, mas não gostei nem um pouco do resultado :(

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^