sábado, 3 de julho de 2010

Bis atrasado

Na coluna Gente Boa do O Globo de amanhã:itié

O gancho com “Bela, a Feia” é ótimo. Pena que a novela acabou no início de junho… Mas Giselle Itié nem precisa de gancho, né?

214É esperar (coisa que o leitor da VIP + faz) pra ver


P.S.: Acima um exemplo de como as chamadas de capa da VIP eram muito mais bacanas. E sacanas...

Fuga em Los Angeles

Na capa da L’Officiel Brasil de julho, fotografada em Los angeles pela dupla Steven Gomillion & Dennis Leupold, a atriz americana Leslie Bibb. A porção Brasil ficou mesmo por conta de Alejandro Evandro Soldati que contracena com a atriz no belo editorial. Lindas fotos!

LOfficelBrasil_Julho2010_LeslieBibb_phStevenGomillionDennisLeupold_covLOfficelBrasil_Julho2010_phStevenGomillionDennisLeupold_01

LOfficelBrasil_Julho2010_phStevenGomillionDennisLeupold_02

LOfficelBrasil_Julho2010_phStevenGomillionDennisLeupold_03

LOfficelBrasil_Julho2010_phStevenGomillionDennisLeupold_04

LOfficelBrasil_Julho2010_phStevenGomillionDennisLeupold_05

LOfficelBrasil_Julho2010_phStevenGomillionDennisLeupold_07

LOfficelBrasil_Julho2010_phStevenGomillionDennisLeupold_08Los Angeles é o novo preto

Silhueta em voga

Não gosto muito das capas atuais da Vogue Brasil, mas achei bonita essa de julho com Alessandra Ambrósio. Principalmente pelo desenho sinuoso que o pretinho nada básico faz ao longo da capa.

Por ironia do destino, as chamadas opostas “anorexia” e “corpão” me lembraram dos recentes rumores sobre uma suposta anorexia pós-parto da eterna anja. Magrinha (e bem magrinha) por natureza, Ambrósio faz parte daquele time de tops liderado por Gisele que consegue iludir nossos olhos e aparecer assim na foto: com o maior corpão.

Vogue capa

Vogue1 Vogue2 Vogue4 Vogue3 Vogue5Definitivamente, anorexia e corpão não combinam


Fotos: Reprodução Vogue

Welcome back, Shirley!

Esse post é para os mais novinhos que não viveram Shirley Mallmann. A top brasileira dos anos 90 que de certa forma abriu lá fora as portas do sucesso para Gisele está de volta. Linda como sempre! Depois do rasante pelo São Paulo Fashion Week, Shirley é capa da Wish Report, em fotos com leve pegada rock do Gui Paganini.

Wish

Shirley2

Shirley3

Shirley

Shirley4Igualzinho a andar de bicicleta...


E o agente provocador?

Esses repórteres de hoje em dia andam soltinhos, soltinhos. Pedro Andrade (@pedroandradenbc), do Manhattan Connection, aparece sem camisa na capa da Junior de julho. O cara é bonito, tem gancho, mas faltou um agente provocador nessa capa. Cadê o bigodinho da Young? Cadê o cigarrinho do Cristo? Mais uma capa da Junior calcada apenas na exposição de um abdômen sarado. Fácil, extremamente fácil. Para completar, sobrou aquele ar plastificado que vem dominando as capas nacionais.

Junior PedroHey, Ken!

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Ao menos uma felicidade no dia...

“Cleo Pires é nossa conquista mais desejada e mais esperada. O mundo pode acabar junto com o Calendário Maia que nós nem ligamos mais”
Edson Aran – Diretor de redação
PLAYBOY EDICAO NIVER. 35 ANOS-11
A primeira foto feita para a Playboy.
O clique é de Jacques Dequeker.

E para quem estava em dúvida: Sim, a edição de agosto terá duas capas diferentes!

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Sonhos…

apaixonadossusanabarbosaMinha história com revistas se confunde bem com a da minha vida e começa lá atrás, com a Capricho, como qualquer outra adolescente sonhadora. Eu morava no interior de Minas, em Leopoldina, e costumava devorar todas as edições que meus pais  me deixavam comprar. Recortava as ilustrações do Orlando e colava nos meu diários, ilustrando todas as minhas crises existenciais e afetivas. Tinha como musas as modelos Piera, Paula Prandini e Ana Paula Arósio, que estampavam as capas e páginas da revista um mês sim e o outro também. Mais crescidinha, usava a revista Manequim (a mais vendida por lá) como fonte de inspiração para os looks que minha mãe costurava para que eu fosse aos dos bailes locais. Eu via a revista e adaptava os modelitos ao meu gosto, já bastante avançado para a parca vida fashion da cidade. A ELLE pouco chegava por lá, mas de vez em quando a mãe de uma amiga mais abastada  aparecia com uma. Eu suspirava. Recortava fotos de passarela já pensando no próximo look, na próxima festa. E lá ia minha mãe para a máquina, dar conta das minhas exigências. Por pouco não virei estilista!

O tempo passou, fui estudar no Rio e mais tarde me mudei pra São Paulo. Meio frustrada com a faculdade de publicidade, descobri por meio de uma matéria na Folha de São Paulo que moda, aquele assunto que intuitivamente eu tanto gostava desde pequena, poderia ser uma profissão. Fiz um curso de produção na FAAP e, alguns meses depois, através de uma amiga e conterrânea, arrumei um emprego – quem diria! - na revista Manequim. Mal acreditava quando me via fazendo parte das reuniões de pauta, ajudando a determinar o que, pouco tempo depois, muitas meninas como eu usariam interior a fora. Naquele tempo a Abril ficava no Brooklin, num prédio bem menos imponente. E, vizinha à Manequim, estava a ELLE. Me lembro bem a primeira vez que vi a Regina Guerreiro saindo do elevador: parecia miragem! Na época eu fazia tudo o que ela mandava naquela carta ao leitor que ela assinava na revista. Cheguei a encomendar um batom da Shiseido que ela recomendava como o must have da estação e, quando recebi o dito cujo, vi que aquele laranja reluzente nada tinha a ver comigo! Num rompante de personalidade, decidi que não o usaria.

Também me lembro claramente de escrever uma carta (sim, não usávamos e-mail ainda!) para minha melhor amiga, que morava nos EUA, contando do meu grande feito: que arrumara um emprego na Manequim, mas que a ELLE era na porta ao lado. “Quem sabe um dia eu não mudo de porta”, eu já preconizava sem saber nadinha do que me esperava. E assim foi. Aqui estou há quase dez anos. E mesmo nos tempos velozes da internet, continuo ainda um pouco presa ao passado, como uma quase saudosista, apaixonada pelo papel, por ver meu trabalho impresso todos os meses! Tive muitas dúvidas ao longo desses anos, inclusive sobre o meu talento para a profissão, mas se tem uma coisa sobre a qual nunca hesitei é que fazer – e ler - uma revista realmente é uma fonte de prazer inesgotável. Espero que elas durem pra sempre, a despertar sonhos vivos – ou adormecidos - dentro da gente!

Susana Barbosa – Editora de Moda da Revista ELLE Brasil

@SusanaBarbosa

Lindo o texto da Susana, né?! Então que tal se inspirar numa das coisas que ela conta para ganhar sua assinatura de uma das três revistas de moda da Abril?

Lembrando, as revistas são: ELLE, Estilo de Vida e Manequim.

Bom, vai ser muito fácil, mas vamos falar por tópicos para ficar ainda mais claro:

  • Siga o @dasBancas no Twitter.
  • Monte um painel de estilo com as coisas que você suspira todas as vezes que vê nas revistas – o painel pode ser feito manualmente, com recorte de revistas (a gente vai ter um carinho especial por quem fizer assim), ou digitalmente. Fica a seu critério.
  • Depois do painel pronto, manda pro nosso email, dasbancas@gmail.com, com o título: Muita moda nessa Vida!
  • No corpo do e-mail você deve obrigatoriamente colocar seu nome completo, seu twitter, a revista que você quer ganhar a assinatura e uma segunda opção de revista. Se faltar algum desses ítens, seu e-mail será desclassificado. Muita atenção!
  • Para vocês se inspirarem corri lá no Chata de Galocha e roubei um painel de estilo que a Lu fez. Além do painel da Lu, também roubei vários outros pela internet…

Painel-estilo

o painel da Lu e os outros logo abaixo…

domingo1nude1  bohorelax meia estaçãocasual chic

 

Últimas explicações: os painéis não precisam ser de roupas apenas, podem ter móveis, jóias, filmes, revistas… e sim, meninos podem participar da promoção e logicamente o painel enviado por eles deve ser masculino.

Mandem os e-mails até o dia 15/07. O Resultado sai logo depois, no dia 18. Boa sorte a todos!

Muita moda nessa vida!

Já que estamos em clima de festa, nada melhor que se montar todo e ir lindo para a festa, né?! Então, para ajudar as meninas nessa escolha, nada melhor que o trio fashion da Abril. Das mais talentosas com as agulhas às mais antenadas nas passarelas, todas terão sua oportunidade.

É só grudar na Manequim com a engraçadinha da novela das 7, Regiane Alves, na capa...

até que este mês o vestidinho deu uma mudada, né?!

Ou com a engraçadíssima da novela das 9, Gabriela Duarte, na capa da Estilo...
será que foi o maridão quem clicou?

Ou ainda com a toda poderosa Gisele na ELLE.
fala que tem mais Gisele no recheio, vai, fala!

Bom, este mês a gente pede que vocês comprem suas revistas nas bancas, mas no mês que vem... 3 leitoras podem ter suas revistas chegando em casa. Sim, é verdade!

O núcleo de moda da Abril irá presentear 3 leitoras do dasBancas com assinatura de uma das revistas. Deixa eu explicar: o pessoal vai dar um ano de ELLE para um leitora, um ano de Estilo para outra e um ano de Manequim para a terceira.

Quer ganhar?! Prometo que vai ser muito fácil! Basta você seguir o @dasBancas no Twitter e voltar aqui mais tarde, quando teremos todas as regras da brincadeira... Vai se preparando e chama as amigas para a festa!

2 anos de dasBancas

A festa

2 anos e muitas revistas depois, cá estamos comemorando o 2º aniversário do dasBancas. Por favor, sem a clássica “parece que foi ontem” pra cima de mim, porque demorou pra cacete.

Como hoje é dia de festa, coloquei a cervejhênha pra gelar; Sabrina Sato trouxe o bolo; Greg preparou o set list; Terry prometeu tirar umas fotos da galera, mas só se todo mundo não se comportar direitinho; e o Thiago? O Thiago vai trazer os presentes!

Daqui a pouco – e ao longo de todo o mês de julho – daremos presentes para você que nos lê diariamente e que com certeza não ficará de fora da nossa festa. E pode chamar os amigos!

P.S.: Gostaram da nossa roupa nova?!


Foto: Reprodução Terry Richardson's Diary

quarta-feira, 30 de junho de 2010

Em busca do sucesso?

A Super tem o caminho para chegar lá! Na nova edição, a revista conta o que pode definir o sucesso eo fracasso das pessoas. Particularmente, adorei a capa cheia de luz e neon, bem cafona e graficamente incrível! Do jeito que a gente gosta.

é só clicar pra ver os detalhes!

A outra capa, é a da Mundo Estranho, que já tem seu jeitinho todo especial de produzir capa, com muita ilustração, muita coisinha, e todo aquele humor sem noção, que só eles sabem fazer.

Ponto, parágrafo, na outra linha, travessão...

- Tão lembrando da promoção do dasBancas, né?! Você não pode perder a oportunidade de ganhar entradas para o espetáculo Rock Show, para saber mais detalhes, clique aqui!

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Notorious beauty

Vai ser bonita assim lá na capa da Vanity Fair USA, Angelina Jolie.

AngelinaDiaba!

domingo, 27 de junho de 2010

Cafona. E eu gosto!

A capa de julho da VIP não é das melhores. Cabelão, produção, diagramação, logo branco-engessado, pantone prata dispensável... Com exceção da modelo e pose mais “pã”, tudo me levava a crer que teria em mãos mais uma edição nos moldes de 2010: chatinha, caretinha, atrasadinha, apagadinha.

Mas não. Essa VIP, feita nos moldes de 2000, é atrevida, espirituosa, sem-vergonha, gostosa. Babi Rossi, a panicat da vez, não é mesmo a mais bonita da franquia Pânico, mas é hipermegagostosa, inédita nas masculinas e põe fim a uma injustiça de anos. Nunca entendi por que as panicats não ganhavam capa da VIP. Tá certo que por ser a VIP, sem necessidade de nudez e ainda com algum poder de persuasão na praça, eu colocaria logo todas elas numa capa só, numa espécie de reedição pop das modelos do Duran.

VIP 1

VIP 2Essa sim tem pulseirinha VIP!


O ensaio com assinatura de Paulo Cabral é total nonsense. Tem pata de elefante, luva de gorila, pena de pavão, batom de "pinto" e outras pérolas. Combina total com a pegada do Pânico e com o humor da VIP. É over, mas eu curto. Principalmente por despertar algum sentimento no leitor e não passar despercebido como os últimos.

Só achei que os exageros no make e essa luz mais fria e de sombras pesadas deixaram a Babi menos atraente que ao natural. A modelo ainda aparece com olhar caído/cansado em alguns cliques (páginas 68, 69 e 76). Em tempos de peito sem bico, gostei muito do mostra-esconde de algumas fotos, onde só uma parte do mamilo ficou de fora.

VIP 3
BabiNonsense


Os mais puritanos talvez reclamem da panicat na capa, dos excessos do ensaio e até do mamilo, mas para mim tá claro que o caminho da VIP é (e sempre foi) esse. Depois de muito tempo, volto a ficar ansioso para ver como virá a próxima.

Só para fechar o post, não posso deixar de falar do ensaio de Annelyse Schoenberger. A bela neo top que também pode ser vista na capa da UM de junho e muito bem-acompanhada nas passarelas do Monange Dream Fashion Tour fez bonito no recheio assinado por Jorge Lepesteur. Parabéns à VIP!

VIP 4
VIP 5 Convencional, mas lindo
(e adorei a diagramação das páginas)

Fotos: Reprodução VIP



Blog Widget by LinkWithin
 
^