quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Catarina, a virgem

Logo que saímos de férias no fim do ano, a Playboy Brasil divulgou sua capa de janeiro com  Catarina, que na verdade chama-se Ingrid, a Virgem. E, lógico que a primeira coisa que pensamos foi:
Exatamente dez anos depois, a equipe de arte da revista revisita a capa da lolita Thaís Ventura do BBB2. Além de ter uma personagem mais bonita, acho a capa de Thaís mais forte, por trazer seu corpo inteiro. Mas, apesar disso, somos obrigados a concordar que a diagramação melhorou consideravelmente e não temos mais essa tipografia pesadona, que acabava deixando a capa suja.

Deixando Thaís de lado e focando no ensaio da nossa virgem, é válido destacar que a contratação da garota é um acerto da direção da revista. Sim, um acerto. Claro que ela não é linda, claro que não é fotogênica, mas apesar disso é um dos maiores factóides do fim do ano. Todo mundo falou dela e de suas reais intenções com toda essa história. Espera que só, a Playboy cumpre sua função no mercado editorial: despir quem é notícia. Seja por seus atributos físicos e sua carreira de sucesso, ou simplesmente, pelo inusitado. Até fogueteira já tirou a roupa, lembram?
Zacarias, é você?

O ensaio clicado por Luis Crispino é correto, mas não apresenta nenhuma novidade estética, ou ousadia de estilo. Mostrando tudo como geral gosta de ver e revela que, apesar de não muito fotogênica, Catarina tem o corpo super em dia e é um sopro de naturalidade no meio de tantos corpos sarados e siliconados que temos visto frequentemente. É claro que associar uma auto-declarada virgem com a imagem da menina pura, porém safadinha, criada por Nabokov é um caminho seguro e provocante, apesar de extremamente óbvio.
Depois deste começo, estou torcendo para que 2013 seja um ano melhor que 2012 para a Playboy Brasil. Confesso que não gosto de ver a revista mais comentada deste blog fazendo trabalhos tão sem graça como os vistos ano passado.

6 comentários:

Rafael S disse...

Não é um ensaio histórico, nem que irá ser lembrado no futuro, mas achei bem digno mesmo. Boas fotos e a Catarina tem um corpo que foge dos padrões procurados pelas revistas masculinas. Gostei.

Felipe disse...

Catarina quem? rs
Corpo é bonito, mas o rosto, peloamordedeus

RaFa . disse...

Eu gostei do ensaio dela.

Victoria Berger disse...

rsrsr A Playboy apelando pra tentar sair do buraco,e enfiando o pé na jaca legal.Bom,enaltecer esse ensaio é exagero.O tema foi óbvio,o que mais poderia caber a essa personagem?Sim,pois assim como Suzana Ales encarnava Tiazinha e Joana Prado "interpretva" a Feiticeira,Ingrid Nascimento criou mais uma mulher fictícia,Catarina ,A Virgem feia leiloada.Aliás essa historinha de documentário,leilão,japonês já está a cheirar mal.Dá pra perceber que tentaram ao máximo esconder o rosto dela,e focar as fotos no seu corpo mignon.Carregaram bastante no photoshop,quem viu as fotos da festa de lançamento da revista percebeu que ela não é nada do que se vê no papel.Bom,duvido totalmente que alguém vá comprar algo que está em toda a internet,disponível de forma gratuita.Os pobres assinantes foram os únicos que não tiveram opção.Um início nada bom,pra uma publicação que agoniza a cada mês.

Jales disse...

Nunca houve um período com tanta mulher feia na capa da Playboy. Antes da "Catarina" tivemos a Denise Rocha da CPI e aquelas gêmeas que foram "patrocinadas" para sair na capa de dezembro. Beleza virou requisito secundário para sair na revista. O importante é provocar escândalo na mídia.

Syd Gilmor disse...

Acerto?kk A Playboy cometeu um tremendo vacilo dando mídia pra essa biscatinha feia.Mulher com xana lisa e corpinho de menina tem as pencas na internet com a vantagens de serem lindas de rosto também.Começaram 2013 com o pé direito atolado na lama.Se ferraram achando que isso traria melhoria nas vendas.pelo contrário,encalhou.Bem feito.

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^