quinta-feira, 1 de julho de 2010

Sonhos…

apaixonadossusanabarbosaMinha história com revistas se confunde bem com a da minha vida e começa lá atrás, com a Capricho, como qualquer outra adolescente sonhadora. Eu morava no interior de Minas, em Leopoldina, e costumava devorar todas as edições que meus pais  me deixavam comprar. Recortava as ilustrações do Orlando e colava nos meu diários, ilustrando todas as minhas crises existenciais e afetivas. Tinha como musas as modelos Piera, Paula Prandini e Ana Paula Arósio, que estampavam as capas e páginas da revista um mês sim e o outro também. Mais crescidinha, usava a revista Manequim (a mais vendida por lá) como fonte de inspiração para os looks que minha mãe costurava para que eu fosse aos dos bailes locais. Eu via a revista e adaptava os modelitos ao meu gosto, já bastante avançado para a parca vida fashion da cidade. A ELLE pouco chegava por lá, mas de vez em quando a mãe de uma amiga mais abastada  aparecia com uma. Eu suspirava. Recortava fotos de passarela já pensando no próximo look, na próxima festa. E lá ia minha mãe para a máquina, dar conta das minhas exigências. Por pouco não virei estilista!

O tempo passou, fui estudar no Rio e mais tarde me mudei pra São Paulo. Meio frustrada com a faculdade de publicidade, descobri por meio de uma matéria na Folha de São Paulo que moda, aquele assunto que intuitivamente eu tanto gostava desde pequena, poderia ser uma profissão. Fiz um curso de produção na FAAP e, alguns meses depois, através de uma amiga e conterrânea, arrumei um emprego – quem diria! - na revista Manequim. Mal acreditava quando me via fazendo parte das reuniões de pauta, ajudando a determinar o que, pouco tempo depois, muitas meninas como eu usariam interior a fora. Naquele tempo a Abril ficava no Brooklin, num prédio bem menos imponente. E, vizinha à Manequim, estava a ELLE. Me lembro bem a primeira vez que vi a Regina Guerreiro saindo do elevador: parecia miragem! Na época eu fazia tudo o que ela mandava naquela carta ao leitor que ela assinava na revista. Cheguei a encomendar um batom da Shiseido que ela recomendava como o must have da estação e, quando recebi o dito cujo, vi que aquele laranja reluzente nada tinha a ver comigo! Num rompante de personalidade, decidi que não o usaria.

Também me lembro claramente de escrever uma carta (sim, não usávamos e-mail ainda!) para minha melhor amiga, que morava nos EUA, contando do meu grande feito: que arrumara um emprego na Manequim, mas que a ELLE era na porta ao lado. “Quem sabe um dia eu não mudo de porta”, eu já preconizava sem saber nadinha do que me esperava. E assim foi. Aqui estou há quase dez anos. E mesmo nos tempos velozes da internet, continuo ainda um pouco presa ao passado, como uma quase saudosista, apaixonada pelo papel, por ver meu trabalho impresso todos os meses! Tive muitas dúvidas ao longo desses anos, inclusive sobre o meu talento para a profissão, mas se tem uma coisa sobre a qual nunca hesitei é que fazer – e ler - uma revista realmente é uma fonte de prazer inesgotável. Espero que elas durem pra sempre, a despertar sonhos vivos – ou adormecidos - dentro da gente!

Susana Barbosa – Editora de Moda da Revista ELLE Brasil

@SusanaBarbosa

Lindo o texto da Susana, né?! Então que tal se inspirar numa das coisas que ela conta para ganhar sua assinatura de uma das três revistas de moda da Abril?

Lembrando, as revistas são: ELLE, Estilo de Vida e Manequim.

Bom, vai ser muito fácil, mas vamos falar por tópicos para ficar ainda mais claro:

  • Siga o @dasBancas no Twitter.
  • Monte um painel de estilo com as coisas que você suspira todas as vezes que vê nas revistas – o painel pode ser feito manualmente, com recorte de revistas (a gente vai ter um carinho especial por quem fizer assim), ou digitalmente. Fica a seu critério.
  • Depois do painel pronto, manda pro nosso email, dasbancas@gmail.com, com o título: Muita moda nessa Vida!
  • No corpo do e-mail você deve obrigatoriamente colocar seu nome completo, seu twitter, a revista que você quer ganhar a assinatura e uma segunda opção de revista. Se faltar algum desses ítens, seu e-mail será desclassificado. Muita atenção!
  • Para vocês se inspirarem corri lá no Chata de Galocha e roubei um painel de estilo que a Lu fez. Além do painel da Lu, também roubei vários outros pela internet…

Painel-estilo

o painel da Lu e os outros logo abaixo…

domingo1nude1  bohorelax meia estaçãocasual chic

 

Últimas explicações: os painéis não precisam ser de roupas apenas, podem ter móveis, jóias, filmes, revistas… e sim, meninos podem participar da promoção e logicamente o painel enviado por eles deve ser masculino.

Mandem os e-mails até o dia 15/07. O Resultado sai logo depois, no dia 18. Boa sorte a todos!

13 comentários:

raull disse...

você vai precisar de: cola, papel, revistas e tesoura sem-ponta! #eliana.

tchau que tenho muito trabalho.
*:

gabi cesar disse...

thiago acabou de fazer minha pulguinha do Polyvore ficar pulando adoidada... ai jesuis, eu já tinha largado isso hahahahaha #rehab

Rafaela Cardoso disse...

digníssima!! adorei!

Rafaela Cardoso disse...

só pode participar com um painel? >.<

RaFa . disse...

Tem que ser só relacionado a moda?

RaFa . disse...

Disfarça!!
Faz de conta que não perguntei nada ...
¬¬

Thiago Muniz. disse...

Então, pode mandar mais de um painel, mas todos no mesmo e-mail.

E não precisa ser exclusivamente relacionado a moda, mas deve refletir estilo. Exatamente por ser um painel de estilo.

Leandro disse...

Inspirador esse texto da Susana.

Pedro disse...

. Susana, um beijo! [e me contrate!] :D

parecia um texto enooorme.
daí fui lendo, lendo e pensei: ué, acabou?
ficou gostinho de quero mais!

muito inspirador. parabéns ao dasBancas e à Su #intimo

Alyce Takai disse...

Pessoas queridas, se não me engano, esse primeiro painel que vocês colocaram aqui, não é da Lu do chata de Galocha.

Mas sim de uma menina da qual não me lembro o nome, dona da Marca Le Confetty (ela tem blog tb, é só procurar), que apareceu lá no Chata, falando do TCC da sua Marca e apresentando ela as leitoras do blog.


De qualquer forma adorei o post!

Thiago Muniz disse...

Então fica o crédito para a moça da Le Confetty, achamos lá no Chata, por isso falamos que era dela...

We Love Terry disse...

Tem pra homem?

Taiana disse...

Oláá, tava linkando blog em blog e cheguei no de vocês...dei de cara com um painel que eu fiz pro meu tcc...e adorei! tão bom encontrar informações que agente não espera servindo de exemplo...fiquei feliz! Utilizei do painel pra definir o estilo do meu público alvo, e foi bastante elogiado! Tenho um blog tbm e uma marca com o mesmo nome...Le Confetty!(leconfetty.wordpress.com)
Adorei o blog de vocês e o texto da Suzana..inspirador!

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^