terça-feira, 6 de março de 2012

A não-capa da G

Todo mundo tá comentando a capa da G Magazine de março com Matheus Mazzafera. Mas, como não somos bobos nem nada, conversamos com a equipe da G para entender melhor essa proposta completamente inusitada que vimos circulando na internet. E aí que a história é longa, mas vale a pena ser contada. 
A nova G está sendo formatada e passa por uma mudança completa. Não falamos apenas de mudar a parte gráfica, mas mudar todo o contexto que a envolve. Depois de anos nas bancas, a G muda seu posicionamento. Ela não é mais uma revista de nudez frontal. Isso mesmo. Agora temos uma revista jovem, de entretenimento, com ensaios sensuais de seus modelos de capa - ok, ocasionalmente algum irá mostrar TUDO, mas não é regra.
O Thiago Batista, um dos cabeças dessa mudança, falou com a gente sobre isso:
O foco da revista é no entretenimento, queremos que nossos leitores tenham diversão garantida, sair à noite, cinema, restaurantes, teatro, exposições, etc... Mas sem esquecer do ponto de equilíbrio. Refletindo sobre a poustura atual do gay na sociedade.
Ah, claro que não vamos deixar de comentar a capa que está circulando por aí... Então, esta não é a capa da G de março. Pois é, a não-capa de Matheus Mazzafera é um material oficial, usado para divulgação. A capa oficial será divulgada na quinta-feira, durante o programa Superpop da Luciana Gimenez. Claro, se conseguirmos furar essa exclusivade, mostraremos por aqui.

Só para dar uma amostra do que vem por aí, olha aí duas duplas da nova G. Agora me fala, já viu material tão bem cuidado na revista anteriormente? Sei não, mas tô botando fé nessa reformulação da revista e acredito que finalmente a maior e mais antiga revista gay do Brasil passará a ser respeitada. O "mito do membro ereto" finalmente cai por terra e espero muita coisa boa acontecendo por lá.

17 comentários:

Greg disse...

Que droga, tinha gostado dessa capa. :-(

Israel Carneiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Israel Carneiro disse...

Gente,tô passado!E agora,minha gente,como será o futuro da G?A nudez é um referencial muito forte na revista,apesar de alguns ensaios duvidosos.A G tinha uma linha editorial muito boa,tomara que isso volte.Sinceramente?Acho que o boom de revistas segmentadas(Jr e H)foi decisivo nas mudanças.Sabe-se que a Junior vende bem e traz um bom lucro pra MixBrasil.E outra:a G tava mal das pernas,isso era visível.Ainda bem que acordaram e pensaram em mudanças,pq se continuasse no mesmo ritmo,iria falir,com certeza.Será que vai abrir concorrência com a Junior?Vamos acompanhar.

Ken disse...

A arte gráfica esta linda!
Mas sinceramente, se querem uma revista respeitada, não precisa tirar o nu frontal - playboy e playgirl, também são respeitadíssimas. Para quê mais uma Júnior?

Emanuel Sobreira disse...

não precisa tirar o nu frontal e nem uma capa tão teen, parece obra da capricho oO

tudo bem uma capa mais relaxada e diferente, mas espero que a oficial não seja tanto assim.

o Humberto disse...

Adorei o post! E boto fé na reformulação tb. Só não entendi o problema do membro ereto (e a comemoração por ele cair, ui!). Deixa o membro, tadinho, hehehe...

Abrazos!

Patrick Cassimiro disse...

Se é pra mudar tudo, cria outra coisa, gente. Não compreendo.
Ok, G tem toda a história e tudo isso conta muito, mas gente, tirar a nudez não faz sentido na minha cabeça ainda. Penso que se tirassem as "barbie" já valia mais pontos.

Fernando Vasconcelos disse...

Engraçado como isso reflete como o mundo encaretou terrivelmente. Pornografia (nu frontal, membro ereto) hoje está restrito à internet. Nas bancas, PLAYBOY tenta esconder as vaginas. SEXY escancara mas nem tanto, mas é considerada de baixo nível. E até o mundinho gay tá ficando comportado... Cheio de revistas gay fashion. O formato hardcore acabou nos EUA (impresso) e por aqui também. O mundo encaretou, fato.

Thiago Muniz disse...

O grande problema do membro ereto é que ele acaba virando um mito.
grandes marcas não querem se associar a ele, grandes nomes do jornalismo também não querem.
Concordo que seja careta, mas é assim que o mercado trata. A G sempre foi tratada como uma sub-revista por este motivo. E, acho muito inteligente que eles tentem reverter isso.

Fernando Vasconcelos disse...

ok, Thiago, acho bacana tentar reformular a revista também, fiz um comentário geral sobre como a caretice do mundo atual se reflete nas bancas.
Ah, a PENTHOUSE USA sobrevive eh eh

Equipe dasBancas disse...

Sem contar que, quantos homens topam mostrar o membro ereto numa revista? São poucos. O nu frontal masculino é muito mais complicado que o feminino. Abs, Leandro.

Áliston Rafael disse...

Concordo que para os homens seja mais difícil mostrar ereção, principalmente se forem famosos (com todo esse tabu a respeito do tamanho do membro, machismo, etc...)

Mas daí não ter o nu frontal!?

É claro que também tem a questão dos anunciantes, né? Deve ser mais fácil consegui-los agora...

Alfredo Souza disse...

Tem essa outra imagem (outra não capa?!) circulando, Thiago: http://s1-02.twitpicproxy.com/photos/full/532206518.jpg

=*

Thiago Batista disse...

Oi meninos, tudo bom?! Sou diretor de arte da G e pelo nosso time todo respondo a vocês:

A revista está em uma nova fase e nova gestão empresarial.

Não tiramos o nu frontal! :)
A revista conta com um ensaio de nu frontal com os modelos da BelAmi, nossa parceira internacional em todas futuras edições.

A G amadureceu junto com nossos leitores, mas sem perder o espirito jovem, Agora o nosso foco é na diversão e no entretenimento, ser gay envolve muito mais do que a sexualidade, temos um universo muito rico para explorar, e queremos dividir tudo o que acontece nele com nossos leitores e parceiros!

A revista foi pensada com muito carinho, especialmente para quem é gay e quer ser feliz.
Abraços
Thiago Batista e Equipe G.

João Pedro disse...

Saiu a capa oficial:
http://blogbitches.blogspot.com/2012/03/capa-oficial-da-g-com-matheus-mazzafera.html
.
Não vi diferença nenhuma pra 2º opção de capa...Mas as 3 capas tão OTIMAS

Esse ano a G sai dos PIORES DO ANO direto pro MELHORES DO ANOS

BH BITCHES BLOG disse...

Thiago,

Mas não terá nudez frontal do modelo da capa?

Júlio César disse...

Olha, eu fui fiel comprador da G Magazine durante anos, desde o nº1. Só deixei de colecioná-la porque a revista aderiu ao modismo de corpos depilados, o que me tirou o tesão e a motivação de tê-la - gosto do que é natural, peludo ou não, mas sem retoques; sinto muita atração pela diversidade dos corpos masculinos e a revista estava se transformando em um desfile de "barbies" uniformizados pela depilação e corpos indefectivelmente super-malhados. Foi com tristeza que abandonei a minha revista. E agora, quando pensava em voltar a assiná-la, pelo menos provisoriamente, para sondar o momento da publicação, eis que descubro (apavorado) que a revista deixará de publicar o nu frontal. Quer dizer, então, que homem famoso com o bilau à mostra, nunca mais? Que retrocesso! Se for mesmo assim, esperemos o lançamento de uma nova revista de nudez masculina com os melhores nus frontais.

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^