segunda-feira, 29 de abril de 2013

A tal Editora Global de Moda

A contratação de Carine Roitfeld para o time global da Harper's Bazaar foi comemorada por todas as editoras das sucursais da revista mundo afora. Era a promessa de novos tempos, de muita ousadia e modernidade, além, de claro, nomes ainda mais hypes envolvidos com a tradicional publicação.
O que se pode ver em sua segunda colaboração publicada no Brasil é uma total falta de noção e relevância. Ou vocês estavam doidos para ver na capa da Bazaar Brasil as fotos de Kate Upton segurando um tigre bebê e vestindo uma produção que NADA se relaciona com nossa realidade?
Ao contrário do que pode parecer, não acho o ensaio clicado por Sebastian Faena ruim. Acho até bem bonito, apesar de completamente simples. Só acho que nas duas capas by Carine tivemos uma queda relevante no nível da imagem produzida pela revista. A Bazaar Brasil tem feito as mais belas capas de moda dos últimos tempos e acredito que poderia ter deixado o enlatado para o recheio, que é seu lugar de direito, e valorizar a produção nacional.

2 comentários:

LuTripoli disse...

a revista é boa, com editoriais de moda Ok, seções bonitinhas e dicas mornas. Mas é preciso dizer que a carta da diretora é de um mau gosto danado. A Clô morreu abandonada, esquecida por esses mesmas pessoas que agora lhe rendem homenagens! Fora a liçãozinha moral que ainda estou refletindo... Õ gentinha sem nada a dizer!!! Por sinal, torço o nariz pra essa diretora em especial (acho que depois da Daniela Falcão, a dona Carta achou que santo de casa faz milagre. Não faz!). Na edição que comprei nas bancas, a modelo da capa está de chifre - um descuido da arte, que se esqueceu de apagar o topo da letra A, da palavra Bazaar. O ponto positivo da publicação é a Kids, revistinha fofa, que tem um olhar de moda mais descontraído e temas do universo infantil.

Nathalia Moreira disse...

http://www.dasbancas.com.br/

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^