sábado, 5 de setembro de 2009

2 meses de TPM das boas

Sempre que vejo uma capa da TPM fico encantado, e certeza que isso acontece com quase todo mundo. Nos últimos meses não resisti às capas da TPM e as trouxe pra casa. Sim, a revista é feminina, mas adoro os temas e a forma que são abordados. E mesmo não comprando sempre, fico de olho no site e leio praticamente tudo.

O mais bacana de comprar a TPM é que as histórias não se repetem, a sensação de já ter lido aquilo no mês passado não fica martelando na cabeça. Mas melhor que explicar cada coisinha, é ver. Então, um breve passeio por duas edições recentes da TPM, que apesar de ter todo o conteúdo no site, é muito melhor quando lida no papel, com direito a páginas com recorte e tudo mais.

Global e capa de revista!
Fotografada por Bob Wolfenson

Página Vermelha das boas, história emocionante...

Personalidade!

Orgasmos Múltiplos

O homem de agosto não encara a lente, mas é queridinho de Almodóvar e Meireles.

Tem coisas que só o papel faz para você.

Moda hipster urbana

Badulaque e Nina Lemos: sempre incríveis

Quase no fim, a sensibilidade de Milly Lacombe
E as vantagens de ter 72 anos e se permitir algumas mentirinhas.


Capas inusitadas: Carol em junho e Bárbara em agosto.

Chritine Yufon transbordando elegância nas Páginas Vermelhas

Marcele, amiga da editora convidada (taí um charme da TPM).

Linda matéria sobre casamento de um brasileiro/indiano e uma indiana de verdade.

Perfil da noiva da temporada.

O homem do mês foi o filho do Diabo.
Este sim mostrou a cara e mais um pouco.

A editora convidada expôs-se através de textos sensíveis, chamou os amigos e mostrou os looks da semana através das lentes do pai, o fotógrafo Miro.

Editorial romântico, com pitadas de homossexualismo e texto manuscrito de Milly Lacombe.

Badulaque não pode faltar!

Ilustrações lindas e despretenciosas.

Impossível não esperar diversidade e verdade da revista que fala de casamento e preenche suas páginas com esse padrão gráfico aí de cima.


Ps.: Alguém descobriu a mentira que tava na revista?! É o esquema da exposição do ovo frito na cara do povo?!

2 comentários:

Leandro disse...

Ótimo post, Thiago. Táva com saudade da Tpm por aqui.

Só tenho uma Tpm, a da Paula Toller. Rs... Vendo assim, meio de fora do clube da Luluzinha, realmente a revista parece mais bonita e menos repetitiva que a Trip.

Não entendi piada do "ovo frito". Mixplica?

Thiago Muniz. disse...

O treco do ovo frito é o seguinte:

na revista da bárbara paz, como o tema é mentira, eles fizeram uma matéria inteira que é uma mentira. Isso mesmo, pregaram uma mentira nos leitores. Daí, se vc descobrir qual é a mentira e mandar um e-mail pra lá, e for um dos 10 primeiros a fazer isso, ganha uma assinatura semestral da TPM.

fiquei mega curioso, mas sou péssimo em descobrir mentiras, eu acredito nas pessoas...

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^