sábado, 3 de outubro de 2009

A metáfora do semáforo

Uma parte da VIP de outubro pode ser julgada através do raciocínio de um semáforo (ou sinal, ou farol, dependendo de onde você esteja lendo isso). Vamos ver como seria isso?

PARE!

A VIP sempre foi referência entre as revistas nacionais quando o assunto é moda masculina. Marília Campos Mello é muito elogiada e seu trabalho se destaca do comum entre as concorrentes. Mas agora parece que ela começou a perder a mão, ou a VIP mudou suas prioridades. E justamente em outubro, edição tradicional em lançar as tendências de verão, o que vemos na revista é mais-do-mesmo, clichês e dicas que parecem ser de 2003. E outra, 24 páginas é muito pouco se levarmos em consideração a quantidade de anunciantes de moda que a VIP tem.

Todos prontos pra esquentar o clima na balada?!

ATENÇÃO!

Parece que depois do competente especial para a PLAYBOY com Nana Gouvêa a fotógrafa Autumn Sonnichsen ganhou mesmo o respeito das revistas masculinas. A VIP é uma das que mais demonstram interesse pelo seu trabalho. Só nessa edição foram dois ensaios: o "Preliminares" prolongado e o interno, com a moça da banca da Abril. Essa exposição toda é bem arriscada, já é fácil notar os vícios profissionais da fotógrafa e em breve poderemos estar todos enjoados da tal intimidade que ela alcança com as modelos. Mas nos exemplos dessa VIP vejo uma grande disparidade entre os dois ensaios: o primeiro, com as roqueiras "Brollies & Apples", é instigante e novo. Nem sei por que não entrou como ensaio ou até mesmo capa. Já o segundo, com a bailarina Lívia parece ter sido feito em meia hora, pela assistente novata de Auttumn sendo orientada pela chefe por telefone. Nada interessante. E nem venham com "básico pra não errar".

Põe ela de costas, câmbio. Podexá, câmbio.

LIBERADO!!!!!!!!!!!!!

Ildi Silva é linda e faz parte daquela conhecida galeria de mulheres que já deveriam ter saído na VIP (ou teriam saído de fato se estivéssemos nos tempos áureos). Mas mesmo meio fora de época eu gostei do gancho de uma capa com negra, também adotada pela PLAYBOY neste mês, em época de Helenas e Obamas. Seu ensaio não é nada revolucionário, mas se eu bem conheço o leitor fiel de VIP (basta me imaginar aos 17) sei que essas 15 páginas, com fotos em p&b, closes, charminho, caras e bocas vão agradar à maioria. Esse sim pode ser um básico que satisfaz, sem mais expectativas da gente ou pretensões da equipe.

Agora é que são elas!

Uma ressalva importante: VIP, quando liberar seu estagiário incompetente pra usar fonte manjada, chuta o balde, investe em Comic Sans e finge que é irreverência.

Também na padaria mais próxima de você

5 comentários:

Ana Angel disse...

A Marilia é super competente e o meu futuro marido Edgar Graça Mello está maravilhoso no editorial!!

RaFa . disse...

3 coisas a dizer:
1. Não suporto a matérias de moda. Pra mim é tudo sempre a mesma coisa.
2. A Lívia é um xerox ou clone da Renata Banhara.
3. Achei o ensaio da Ildi fraco demais.

Carolina disse...

Depois de tanto tempo sem ler Das Bancas, é impressão minha ou a linguagem Gregoriana evoluiu muito?
Tá lindo!

Leandro disse...

A Marilia é supercompetente. F-A-T-O! Mas queremos que a moda da VIP dê uma estremecida. Tá meio parado aquilo lá.

Gostei dos 3 enaios do mês, inclusive o da teen Banhara. É descompromissado mesmo e tem uma linguagem onde não vejo os vícios da Autumn. E gosto do lance da garota ao lado, ou melhor, garota da banca ao lado. É um gancho que de certa forma mostra um pouco dos bastidres da revista. Ficaria ainda mais bacana se o ensaio fosse feito dentro de uma banca, com ela folheando algumas revistas (de sacanagem e tal)... Meio inusitado, sei lá. E acho banca de revista um lugar com visual bacana, sedutor...

O ensaio do Preli tinha de ser assim SEMPRE. Uma foto, nos empos d aintenet, não cola. Algumas páginas a mais não arrancará o dedo mindinho de ninguém.

Pedro disse...

. vamos lá

não gostei do ensaio das roqueiras.
achei bagunçado demais e detestei essa foto aí da menina na água e essa roupa dourada.

tenho medo dessa pseudo Renata Banhara!
e concordo com que o gancho da banca era bom demais pra eles colocarem a moça em qquer outra locação.
e pensei até numa coisa dela fazendo poses clássicas de estrelas da VIP e tals. mas seria desperdício um ensaio desses com uma anônima.
enfim, sou muito mais que aquela menina lá na praia na edição retrasada.

qto a Ilde, convence. mas não estremece...
sabe o que sinto falta? de alguma ideia nova pra ensaio sensual.
cansei mesmo dessa coisa de apartamento, lingerie, mão no peitinho e gente deitada no sofá com cara de tesão...
quero um ensaio inovador, pensando rápido, queria ver alguém num fundo branco, com mta sombra, mta spotlight...sei lá.
sabe aquela vibe da Susana Vieira na PBY? então!

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^