segunda-feira, 2 de novembro de 2009

Erótica. Mas nem tanto

Vestida. E despida

Não acho que seja apelação edições inteirinhas dedicadas ao erotismo, sexo, safadeza e/ou suas mais íntimas derivações. Muito pelo contrário, acho legítimo, genuíno e, hum, delicioso. Sexo é bom, todo mundo faz, todo mundo vê, todo mundo fala. E a MAG! Erótica fala, mostra e faz muito bem. Fala mais do que faz, é verdade. As matérias, a parte jornalística da coisa, são o clímax da edição. Variadas mas sempre com aquilo no foco. Tem pornochanchada, Hugh Hefner e suas coelhinhas, um casal de japas sacaninhas, Gabriela Leite, fundadora da Daspu, Príapo, o deus do pau grande, beijo na boca (onde tudo começa, né?) e muito, muito mais.

Só pra dar vontade

Como o dB é um blog visual, destaco nesse post 3 dos 4 editoriais de moda publicados na edição. Esperava mais erotismo deles. Perto do livro MaRIO DE JANEIRO, cujas fotos foram divulgadas esta semana, sinto que falta um pouco de sal e pimenta nessas imagens publicadas pela MAG!. E o 4º editorial que ficará de fora do post, coitado, perde em sensualidade pra qualquer catálogo de beachwear. Destemperado toda vida. Creio que rolou um cuidado demasiado pra não desbancar pra vulgaridade e o que temos são imagens mornas, aquecidas em banho-maria. Tudo muito fashion, mas pouco sensual.

Imaginário Coletivo
Fotos: Fábio Bartelt
Ana Claudia Michels, a bela modelo que não sorri e que está sempre com a mesma cara (e eu não me canso nunca dela), é a enigmática musa do vestiário num editorial de lingerie. Muita ajeitada de mala desnecessária. Ana Claudia merecia comoção maior.

Sonho de consumo: Depois de FY, ACM na PBY

Hotel Paradiso
Fotos: Cristiano
Um casal, um quarto de hotel e uma atmosfera de Último Tango em Paris. Acessórios e fetiches (podolatria, asfixia autoerótica...) são as grandes vedetes. Queria uma modelo com mais sex appeal e curvas.

Gostaram dos bonés?

Sentido!
Fotos: Gui Paganini
Com alto teor homoerótico e inspiração militar, Sentido! mostra a moda masculina do verão 2010. Muito coturno e referência à revista gay holandesa Butt.

Esquerda, volver!

A MAG! tá boa, mas a grande sacanagem da edição é o salgado preço: R$ 22,90 contra os R$ 18,90 da edição passada. Vale a pena pelas matérias, mas, dependendo do próximo tema, pensarei duas vezes antes de abrir a carteira.

Fotos: Reprodução MAG! nº 16

8 comentários:

Pedro disse...

. R$ 22?

se eu já comprava esporadicamente, imagina agora!

o tema é delícia.
mas podia ser mais vulgar... [pq cansei dessa linha tênue entre as duas. fato!]

vamos ver se essa eu compro, pq ando com preguiça e tenho ido à banca sem tanta disposição qdo antes...

Ti disse...

Essa capa merecia mais recheio.

Greg disse...

Aaaah! Que bom que vc já voltou, mag!

Gracie Wink.
Te amo.

Maurício disse...

Aqui em Pato Branco essa revista não chega....com esse preço.... ninguém compra

Roo disse...

já tá na banca?

Leandro disse...

Sim, sim. Mas só nas melhores, né?

Paulandre disse...

Custei achar essa MAG, até ia pedir um endereço de banca boa aqui em BH, proque fui em duas e não havia encontrado. Bem, comprei, gostei médio, mas já vi (tenho) revistas sem o apelo do tema e muuuito mais erotizada. Achei também que faltaram algumas curvas e emoções. Tudo muito estático. As matérias estão mesmo boas e muito mais carregadas de sexo!

Leandro disse...

Concordo plenamente, Paulandre.

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^