terça-feira, 23 de março de 2010

Ringue de inverno

A modinha da hora

Março é um mês de apontar apostas e e apurar tendências para o inverno nas revistas de moda. O que se viu nas publicações brasileiras foi o de sempre, uma profusão de editoriais com o melhor do que foi visto no Fashion Rio e SPFW pelos editores de cada publicação. A fórmula é bem simples: um casting com muitas modelos, fotos em estúdio vazio, looks idênticos (ou quase) aos da passarela e uma foto pra cada tendência. Sendo assim, os ensaios ficam muito próximos uns dos outros e não apresentam personalidade. Muitas modelos, produções e até mesmo poses se repetem em diversos momentos. Até pensei em postar as fotos misturadas e sugerir que vocês indicassem de qual revista se trataria cada uma delas, mas existem detalhes que precisam ser considerados.

A VOGUE foi bem simplista em suas apostas de inverno 2010. Com fotos de Jacques Dequeker, com três modelos em cena e sem pensar muito na beleza (cabelo e maquiagem) dos looks. Sem muitos recursos fotográficos, sem páginas duplas e com apenas dez fotos, a revista fez o básico. Do básico.

Os breves

Quem foi mais longe dessa vez foi a CRIATIVA, que trouxe 20 apostas (em 20 páginas), mais de dez modelos em cena e a proposta de um ensaio meio leve ou desprentensioso, com a cara jovem que a revista tem. As fotos são de Gui Paganini.

Os frescos

Mas quem fez o melhor dever de casa foi a ELLE. Em 36 páginas e com fotos de Fábio Bartelt a revista publicou o que de melhor viu nas semanas de moda do país. Cada foto possui a sua história e o ensaio trouxe, em meio a fotos coletivas, p&b, páginas duplas, closes e recortes, muita expressividade para as suas apostas da vez.

Os generosos

Claro que tem que se levar em conta que a Criativa é uma revista de comportamento e não de moda como as outras duas. E também que a Vogue produziu outros dois editoriais genuinamente brasileiros: um sobre militarismo de André Passos com Alicia Kuczman e outro horroroso sobre formas, de Bob Wolfenson com Barbara Berger em cenário mezzo Mondrian.

Curiosidade: a modelo Katia Selinger é a única que aparece em todos os três editoriais.

4 comentários:

Jefferson disse...

Se inspiraram na Lady Gaga, só pode!

Juliano disse...

As vezes falta um pouco de criatividade e certo atrevimento em fazer algo novo! Mas não está ruim (né?), só está maçante! Adorei o p&b da Elle, a produção, o make e o resultado entre fotógrafo e modelo.

GnER disse...

Gostei muito da ELLE esse mês, veio recheada de coisas boas!

:D

Leandro disse...

@sogreg = o antenado

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^