terça-feira, 26 de abril de 2011

Gancho eterno

Depois de ser a primeira masculina a dar a neo top Fabiana Semprebom numa capa, a Maxim Brasil comprova que não está morta não e agora vem com a, para sempre Anita, Mel Lisboa. Mel funciona melhor ao natural, sem tanta maquiagem e cabelão, como nessa última Inked, mas valeu a tentativa de apagar de nossa memória a lolita que habitou esse corpinho. 
Não amo (também não odeio) essa fonte arredondada, o recorte do cabelo me pareceu um pouco tosco (preciso ver a revista na mão), mas rola uma harmonia e a capa cumpre sim sua função. É, Playboy, VIP, Trip, SEXY, Alfa, GQ e Status (esqueci alguém?), parece que vocês continuarão dividindo o bolo por algum tempo com a Maxim.
mel liboa Tão passado que está na chamada de capa

6 comentários:

Cohen disse...

Linda!
A Mel é perfeita!

We Love Terry disse...

Pra ficar melhor só sem calcinha.

Patrick Cassimiro disse...

Lá vou eu gastar mais com a Mel esse mês.
Eu tenho preguiça quando colocam "Anita" pra falar dela. A Inked tá lá bonitona e nem usaram a personagem pra falar da Mel.

Romualdo disse...

Aposto que foi o filho dela de 3 anos que cortou essa franjinha...
Boa capa.

Leandro disse...

Patrick, Mel Lisboa não fez nada de muito relevante desde Anita.

Patrick Cassimiro disse...

Pois é Leandro, eu super entendo. Aliás, muito relevante não, né? Não fez nada de relevante.
Mas volto a citar a Inked colocando uma chamada diferente. Mas entendo que o conceito é outro não dá pra comparar as duas.

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^