quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Época de polêmica

Daí que 2012 começou e as polêmicas já chegaram às bancas. Não sei se você está por dentro de toda a pendenga envolvendo a Revista Época, Michel Teló e os pseudo-cults brasileiros. Tudo isso porque a revista decidiu dar sua primeira capa do ano para o paranaense que está tocando mais que Adele e Coldplay na Europa e dizer que ele ainda vai nos pegar. Todos nós. Olha, não é por nada não, mas tem coisa muito mais relevante para se preocupar nessa capa que o conteúdo em si...
Por exemplo: se vocês queriam "homenagear" a capa da Esquire com Bradley Cooper, porque não fizeram direito? Se ele vai "pegar" todas as classes, não seria interessante as mãos fazerem referência a várias classes sociais em seus acessórios? Não seria legal que pudéssemos sentir uma diferença de idade entre as mulheres? E, ainda fico em dúvida sobre essa generalização do título e a inexistência de uma única mão masculina na foto. Não precisa pegar o cara, mas poderia de alguma maneira ser incluída...
Além desses detalhes conceituais, me incomoda profundamente o figurino escolhido para o moço. A capa gringa é muito mais sofisticada, mesmo com o paletó aberto. O corte da peça - e iluminação sobre ela - é muito melhor, a camisa clara agrega informação e evita que o "muso" vire uma lombriga vestida com um borrão preto. 
E, para fechar o pavor ao ver essa capa, temos o stroke branco e a sombra tosquinha na chamada principal que vem escrita com uma tipografia toda fofinha. Sério, não precisava disso.


Pra fechar o pacotão pânico, ainda temos a foto completamente sem vigor da abertura da matéria, que também é uma "homenagem" à Esquire com Jeff Bridges. Assim, não sou designer da revista, não conheço todo o projeto gráfico deles e suas possibilidades de variação, mas esse verde hospital no topo, junto do vermelho do Michel não permitem que o Teló desenhado com o cabo do microfone tenha o impacto conseguido na matéria de Jeff. Tem horas que é melhor fazer o quadradinho pra não correr o risco de ficar parecendo um primo pobre, sabe?


Esse menino precisa de muito mais atitude pra conseguir me "pegar"...

11 comentários:

Romualdo Santos disse...

So sei de uma coisa:
A musica dele toca em todo lugar! é uma verdadeira praga!

Israel Carneiro disse...

Eita,voltaram metendo o pau!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

até quando essa história de referencia que vira cospobre se sustenta hein? dá um desânimo né não?

apaguei o anterior q saiu com meu nome errado! ;)

RaFa . disse...

Se depender de mim, nunca vai me pegar.
Odeio essa música!

Caroline® disse...

Vcs do Sul/Sudeste tão falando que estão de saco cheio dessa música? Pior é aqui na Bahia, lugar onde a bendita foi feita, primeiro em funk lá em Porto Seguro, depois em forró no interior do estado, e vem tocando direto desde meados de 2010. Ou seja, há um ano e meio eu escuto essa música. Agora, non stop, em todos os canais, em todos lugares. isso sim é um saco!

Fernando Vasconcelos disse...

Vixe! Que designers sem vergonha, copiando tudo descaradamente.

[JP] João disse...

Não foi um copia
Foi uma inspiração
No blog da revista eles explicam

Emanuel Sobreira disse...

Enquanto alguns países lançam para o mundo cantores como Adele e músicas como Someone like you, Brasil lança isso.

Como dizem por aí, cada um tem a estrela que merece .-.

Alípio disse...

Tomara que o mundo acabe esse ano mesmo.

Ortega disse...

tem uma outra "referência" não creditada, do meio do ano passado:

http://br.omg.yahoo.com/noticias/thiaguinho-%C3%A9-agarrado-na-capa-da-billboard-brasil.html

(essa tem todas as mãos diferentes)

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^