terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Começando bem

Gostei de cara dessa capa superintrigante da Bravo! de março com o palhaço esquisitão aí da foto. Daí ao ler o editorial do novo diretor de redação da revista, Armando Antenore, vi que o cara fala justamente sobre aquilo que o dasBancas mais preza nos bons revisteiros: a vontade (e a coragem, claro) de sair da zona de conforto. Sobre ele preferir o risco de uma capa com uma artista pouco conhecida como Laura Lima ao conforto de uma capa com o cultuado Fellini. Gostei do cara. 

De tédio, na Bravo, o gato não morre

7 comentários:

Jean Cândido disse...

bem bacana mesmo essa capa!

vi agora a capa da Rg com a Dieckmann e tah bem legal também...a melhor dessas do novo projeto.

Felipe Vaz disse...

Essa capa me chamou muito a atenção hoje! parei na banca e fiquei alguns segundos olhando pra que nem bobo, já faz algum tempo que as capas da BRAVO me chamam a atenção com essa reformulação agora!

Leonardo Leal disse...

Senti um pouco de medo dessa capa...
E antes que perguntem, sim, eu tenho PAVOR de palhaços ou de qualquer coisa que lembre eles! -QQ

Mas enfim, passado o medo, a capa é bonita e chama atenção (muita) nas bancas. Parabéns Bravo!

Leandro | @Leandro_S disse...

Jean, será? Vamos ver... ;-)
Felipe, tbm me chamou muita atenção.
Léo, a capa é sinistra. Detesto palhaços, mas não chega a ser uma fobia. (rs)
Abs!!!

Marcela disse...

Maior medo também... rsrs

o Humberto disse...

Só uma palavra pra essa capa: coulrofobia.

Pavor, pavor, desde sempre.

Thalyta disse...

Também parei na banca pra ver. E tenho lá meu pé atrás com palhaços tbm!

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^