quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

A primeira vez de um homem

Fico imaginando o que passa pela cabeça de um fotógrafo quando vai fazer seu primeiro ensaio para a revista de maior tradição em ensaios de nudez do Brasil. Deve ser tanta coisa, tanta loucura, um bocado de ansiedade...
 Ao ver o resultado do ensaio fotografado por Daniel Aratangy para a Playboy, a sensação que tive é que o cara veio com tudo. Imprimiu neste primeiro trabalho seu estilo, usou todos os filtros que tem costume, inseriu planos e camadas à cena, abusou de composições nada óbvias e, acima de tudo, deixou sua modelo leve. Tranquila, sem pose demais, sem forçação de barra. É aquela velha história do voyerismo que eu tanto bato na tecla.
Mas melhor que ficar imaginando coisas sobre o ensaio, o próprio Aratangy me contou como foi essa estreia, a modelo e o tema escolhido:
"A Bianca é super ponta-firme. Quietinha, tranquila, mas sabe se posicionar muito bem na frente da câmera. Já trabalha como modelo e é do tipo que rola uma troca. Além disso, tem o corpo natural, sem músculos em excesso, nem próteses exageradas. Assim fica tudo mais harmônico. 
As fotos foram feitas em três dias, em Campos do Jordão. O tempo estava péssimo. Choveu quase que direto. Nos intervalos conseguimos fazer as fotos externas que eu tinha imaginado. O tema escolhido foi Motocross. E, por coincidência, o namorado da Bianca é piloto amador. Mesmo assim, ela não sabe pilotar, então tínhamos uma pessoa para posicionar a moto nas locações escolhidas."
Uma só dúvida: Playboy, porquê tão poucas fotos? Certeza que tinha mais material? Fiquei curioso para ver as fotos em ambiente interno, na linha daquela que está na página 15.

5 comentários:

Syd Gilmor disse...

Aposto que foi tranquilo.Aratangy é bom profissional.Claro que se ele estivesse diante de uma famosa,uma celebridade poderosa,pudesse ter sentido a pressão,mas essa garota é mais uma "Maria Ninguém" degustando seus 15 minutos de fama.Vai aproveitar,lógico e tentar trocar as calçadas de Esteio por uma chance no disputado mundo das subcelebridades.Depois da infame edição de janeiro com a golpista do leilão,a Playboy deu uma melhorada no nível das mulheres.

Alípio disse...

Eu lamento muito essa ida dele pra Playboy, pois sempre gostei demais dos ensaios dele. Uma pena. Mas desejo sorte pro Daniel.

E a Sexy? Tá fodida...

Douglas disse...

Comemorar o que?
Trabalho numa Playboy decadente fotografando uma ilustre desconhecida(feia) que daqui há pouco tempo ninguém mais lembra quem é.
Baita mancha no currículo.

jean disse...

Achei o ensaio ruim/fraco, prefiro daniel em revistas que não sejam da abril, na VIP aquela da filha de alguém foi ruim, na pby fraco. torcer que na próxima gestão da Pby ele mostre o ótimo trabalho que ele mostrou na sexy com estrelas mais famosas.

nathan costa disse...

A edição cagou o ensaio. Todas as fotos são bonitas, mas como um todo ficou bem fraco. O do Bico ano passado foi tão bom...

Mas enfim, vida longa a essa parceria.

Obs: apesar de não serem nada demais no quesito bunda, as moças da preferência nacional tanto desse ano quanto do ano passado são gatíssimas com um corpo lindamente. Sorte da playba.

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^