segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Reluzente

Quando você chegar numa banca de revista e procurar por revistas masculinas, tenho certeza que a Sexy deste mês irá saltar aos seus olhos. E o mérito não é da morena, Dany Cavalieri, mas do Pantone fluorescente que usaram no logo da revista. Ow, o laranja grita e de longe é visto. Ótima tática para driblar um ponto imprescindível: a beleza da modelo. A Sra. Cavalieri não é feia e está longe disso, mas a capa foi extremamente infeliz: pose besta, recorte tosco no cabelo e adornos bregas. A mulher tá em Paris e me tacam essa pena de galinha no pescoço... Pobreza danada...

sacaram o reflexo azul em tudo? Seria erro na edição da imagem?!

Passada a capa, vem o que interessa, o ensaio tão comentado, aguardado e protegido. A segunda produção internacional da Sexy, neste ano.


belíssimos preto e branco.

Dany foi fotografada por Jerome Sainte Rose, fotógrafo francês - que já fez Playboy e Vip, na Cidade Luz. O ensaio não é absurdamente lindo, mas é muito superior ao que temos à disposição na concorrente. Jerome fez um ensaio completamente diferente do publicado na Playboy de janeiro de 2000, com Vera Fisher pelas lentes de Bob Wolfenson. Foi mais jovem, menos requintado, mas isso não quer dizer que tenha sido ruim.

Dany: melhor indo, do que vindo...

Neste mês, temos uma Paris mais underground, sem mansões e palacetes, casacos de pele e outros refinamentos. Dani bebe no bico da garrafa como Vera, mas numa atitude completamente diferente. Também despe-se na rua, mas mais uma vez não chega nem perto do glamour de Vera Fisher. Aqui, a musa é transgressora, encara a câmera, tem pitadas eróticas fundamentais para balizar um ensaio de revista para homem.

Em alguns momentos, fica clara sua falta de entrosamento com a câmera, coisas de iniciante no ofício, e por isso, acredito que se protagonizado por uma estrela de verdade, este trabalho renderia muito mais. Teria imagens mais memoráveis e não passaria quase batido, como tem sido este mês para a Sexy, o que é muito injusto. O ensaio merece destaque, mesmo com uma pseudo celebridade.

Para finalizar, não sei se é um ensaio que agrada aos fãs do estilo Sexy, mesmo tendo várias fotos com perna aberta. Mas é um capítulo importante para a revista, por ter produzido mais um belo ensaio internacional, por trazer Jerome para seu staff, que está cada dia melhor, e principalmente, por não ter caído na obviedade de mostrar Paris com todo o luxo e glamour que estamos acostumados. Ponto para Sexy!

13 comentários:

Fernando disse...

Está exigente hein Thiago?
Pouca coisa não serve, tem que ser carne de primeira ou então leva chibatada!

Revistas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Revistas disse...

"...fica clara sua falta de entrosamento com a câmera, coisas de iniciante no ofício..."

NOT REALLY

Dando uma olhada na comunidade da Sexy, o comentário é o de que a Sra. Cavalieri já fez ensaios para o SexyClube (site da Sexy) junto com outra modelo e inclusive já foi RECHEIO da Premium.

t. disse...

Gente, nem é chibatada. Achei o ensaio digno. Deixei claro que é ponto para a Sexy, mas que a mulher não é isso tudo que venderam, realmente não é.

Thiago disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago disse...

Olá!

achei o texto perfeito. Muito bem colocado e voltado para o foco da revista e seu trabalho, sem deixar de apontar quando ela perdeu oportunidades e subestimou seu público.

Um bjo enorme.

T.
maiúsculo)

Jaquielio disse...

Macabra(?!) na VIP rapaziada.A capa esta linda.Rende um post?

Hilário disse...

Eu que sempre reclamo achei a capa bonita, até. Tirando aquele recorte horroroso...

Marcus Vinícius disse...

Achei a capa bonita também.
E o logo não é nada disso que está na imagem, é memso um laranja luminado... Forte.

Marcus Vinícius disse...

Já a Macabra, vai render um post sim, hehe...
Quando a VIP lançar a capa no site, e o ensaio estiver nas bancas não é isso?

Linda mesmo!

Leandro disse...

Thiago mandou muito bem na resenha. Aliás, uma das melhores resenhas suas e nem é por que eu concordo com quase tudo que foi dito. Os poucos trabalhos que a moça fez (inclui aí recheio da UM) não quer dizer que ela seja do métier (não desse de modelo, certeza). Não acho a Dany uma raimunda, mas tbm não a acho bonita de rosto. Pode ser que pessoalmente seja mais, mas fotogênica não é de jeito nenhum. A mulher tem uma puta cara de, apelando para o eufemismo, safada. Não estou dizendo que isso seja ruim, ao contrário, acho até que é um fetiche a mais para os leitores e acho também que condiz com uma mulher que tem o sonho de posar nua. Fiz aquele exercício de imaginar outra mulher (Brunet) nas fotos (pelo menos trocar o rosto), pra ver o quanto o ensaio é bom/ruim sem a interferência da modelo. O saldo foi positivo, apesar de achar que a pegada underground nasceu muito mais da necessidade do que propriamente da vontade. O saldo é positivo sim.

P.S.: Não saquei o reflexo azul em tudo. Adoro as cores das capas da Sexy.

Zé Paulo disse...

Perfeita, parabéns ao Thaigo, descreveu muito bem o ensaio, maravilhoso!
Mandaram muito bem na Sexy, bem diferente do trio parada dura..rss

Zée

Marcus Vinícius disse...

Trio parada dura... KKKK

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^