domingo, 29 de março de 2009

ELLE nova de novo

Agora eu cresci, baby

É com o título desse post que começa o editorial de Lenita Assef, diretora de redação, na ELLE Brasil de março. Há quase um ano me deparei nas bancas com a capa de 20 anos da revista com Raquel Zimmermann e não resisti ao ler "Superedição de Aniversário". Ao folhea-la e ver que em nada se diferenciava de uma edição regular me decepcionei e logo percebi que algumas mudanças eram necessárias para manter a versão brazuca de uma das maiores revistas de moda do mundo.

Pois bem, as mudanças foram feitas e, como anunciado no texto da Lenita, a ELLE agora está realmente mais alta, mais gorda e muito mais bonita. O novo papel da revista possibilita melhor detalhamento para seus leitores e a nova repaginação visual a aproxima de suas edições estrangeiras, ainda citando o texto da diretora.

Além disso, diferentemente de suas concorrentes VOGUE e L'OFFICIEL, a ELLE não dedicou sua capa a uma top contratada por alguma grife nacional, com direito a look completo da mesma. Ao invés disso, trouxe Carol Trentini linda de Chanel na capa e em dois editoriais inéditos. O primeiro, do Gui Paganini, é bonito, mas muito simples, (o mérito é todo da Carol.) e traz looks inspirados na Rússia. Muito, muito vermelho nessa vida!

Hot red rocks

Já o segundo, do Mr. Bob Wolfenson, é um exemplo de editorial perfeito: muitas páginas, ótima luz, looks novos, indicação de tendências, declaração dos estilistas. Enfim, entrosamento ideal entre fotógrafo, modelo e stylist.

Top serviço completo

Outro fator importantíssimo de mudança da ELLE está no seu conteúdo. Há tempos não via uma revista de moda tão boa de ler e com tantas matérias bem escritas e editadas com tal cuidado. Só para explicar melhor, em meio às sessões "ELLE it People", "ELLE Repórter", "ELLE Fashion Repórter", "ELLE Homen" e "ELLE Star" seus leitores encontrarão matérias ou entrevistas, de diferentes tamanhos e abordagem com uma lista riquíssima de celebs e personalidades da moda. Confira os nomes e força no Sabe Tudo caso queira se aprofundar em algum:

Jani Birkin, cantora e inspiração para a bolsa mais famosa do mundo
Ashton Kutcher, ator e marido de Demi Moore
Carol Trentini, top model, queridinha dos fotógrafos e capa da edição
Christian Louboutin, designer de sapatos que acaba de abrir uma loja no Brasil
Adriana Bozon, estilista chefe da marca nacional ELLUS
Tom Binns, designer de jóias do momento
Renato Kherlakian, ex-dono da ZOOMP que lança sua nova marca, RK Denin
Courtney Love, cantora porra-louca, e o melhor momento dessa edição

Curtiu? Eu adorei!
Espero mesmo que esse padrão seja mantido e que a nova ELLE venha a acirrar a disputa entre as publicações deste segmento.

Para terminar, um resumo dessas mudanças nas palavras da sua big boss:

"ELLE está nova de novo porque o mundo da moda muda rápido. Só não muda o nosso desejo e compromisso de entregar a você, a cada mês, uma revista melhor. Tomara que você goste."
Lenita Assef

PS: Quero ver todo mês a modelo de capa também nos editoriais e, se possível, em uma entrevista rápida como nessa edição de março.

3 comentários:

drano disse...

Amo Carol Trentini, essa capa ficou muito no nível das internacionais. E ela ficou linda de russa!

Karina Frabetti disse...

Também acho que o conteúdo está bárbaro e também espero que este nível seja mantido.

manu disse...

sou fã da elle há tempos e acho que é a melhor revista de moda/feminina do brasil. ganha da vogue, de longe. a nova revista ficou sensacional, finalmente com papel nobre e tamanho maior, layout bonito e limpo e belos editoriais. gostei de ter um editorial da elle gringa (coisa que não existia antes). acho que só faz o nível das produções nacionais melhorar. o editorial principal está bonito (apesar de não ser excepcional), e o com fundo branco achei qualquer coisa. mas tudo bem, carol é carol, e o resto da revista está o máximo.
adorei a resenha, greg!

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^