segunda-feira, 29 de março de 2010

Pedro, Bial e a Rolling Stone

Pedro Bial fazendo a Tessália

Ao divulgar a capa da Rolling Stone Brasil com o Pedro Bial, por sinal, completando mais um ano de vida hoje, 29/03, cometi um erro (e a novidade, Leandro?) ao comparar de leve a entrevista da Playboy com o perfil da Rolling Stone. A pegada é tão diferente que não tem comparação. Enquanto na Playboy o cara é sabatinado (com direito a muita pergunta sacaninha e respostas mais sacaninhas ainda) na Rolling Stone o Pedro/Bial é (ou são?) observado bem de perto. Admiro muito quem sabe preencher laudas e mais laudas sem perder o fio da meada e a atenção do leitor. Pablo Miyazawa fez isso muito bem nessa edição. Bial mostrou-se descontraído, verdadeiro, só pra variar um pouco, citou duas dúzias daquelas frases de final de paredão para o jornalista e posou bem engraçadinho – e sem medo de parecer ridículo, característica daqueles que não têm medo de errar, né? – para as lentes do Bispo. A sequência do striptease é divertida e, acho, deve ter feito algum sucesso com as leitoras da publicação. Parabéns do dasBancas ao Pedro Bial!

Pedro

Bial

Pedro Miau

Fotos: Reprodução Rolling Stone

6 comentários:

Maurício disse...

Fugindo desse tópico....acabei de ver as capas da revista Ele Ela no site deles....lindas.....nem parece de longe a revista bagaceira que era...

Humberto disse...

Bagaceira e Pedro Bial, pra mim vc não tá fugindo do tópico não Maurício, rs.

Leandro disse...

Humberto sempre tão bem-humorado. ¬¬

Humberto disse...

Rs, desculpa, não resisti.

Marcelo Quaz disse...

Fala, Leandro, tudo bem?
Legal o post! O Pablo preenche laudas e laudas sem perder o fio da meada, mesmo! Também gostei! A pegada da reportagem ficou bem original, né? Com estilo, digamos!

A propósito dá uma olhada neste link, escrevi algo parecido!

http://marceloquaz.blogspot.com/2010/03/voce-eu-pablo-e-pedro.html

abraço

nos falamos

marceloquaz

Leandro disse...

Legal, Marcelo. Acho q uma das principais diferenças entre vcs, jornalistas, e eu, blogueiro, é essa: escrever sem perder o fio da meada. Eu me embanano todo. Rs... Mas passo meu recado. Acho. Abção!

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^