sexta-feira, 28 de maio de 2010

Setentrional

Começou hoje o circuito de moda do país, e antes que os looks de inverno fiquem ultrapassados, a MAG Norte está no dasBancas.

IMG_5837Combo n° 19

Nessa edição, a revista veio tripla: a regular com o tema abordado da vez, um especial só sobre a nórdica Dinamarca e, ainda, um caderno com a cobertura das marcas que importam da semana de moda de Paris. As resenhas vêm em ordem alfabética, com as melhores imagens dos desfiles e alguns tweets de profissionais do meio. A seguir: McQueen, Givenchy, Balenciaga e Viktor & Rolf.

PFWO salve, salve!, o melhor, o que manda e os OMG!

Como imaginávamos, o tema da vez é abordado com muita subjetividade, mantendo o ar cabeçudo profundo de suas reportagens. O norte aparece na orientação de ideias para autores que escreviam sobre lugares imaginários, na invenção da bússola, na Islândia e em uma viagem pelos circos que se apresentam pelo nordeste brasileiro. Leitura das boas, nada óbvia. Mas as imagens, em fotos e ilustrações (de Fernando Vilela), garantem a satisfação para os mais preguiçosos ou menos interessados.

Ilustrações Imaginação ilustrada

Indo logo para o que interessa, o editorial “Ser tão / Ser tudo” é lindo graças à edição de moda impecável de Paulo Martinez. O @ARRUDANELES consegue utilizar praticamente todas as marcas do line-up nacional, com várias peças hit que já foram fotografadas por outras publicações, e alcançar um resultado coerente e com imagens extremamente novas. As fotos de Zee Nunes e André Katopodis tem um clima triste e são um pouco escuras, que faz parte do universo de Gláuber Rocha, abordado no editorial. São 90 páginas e um pôster (mal aproveitado, pros acostumados com PLAYBOY, diga-se) com cenografia bem feita, casting de apenas dois modelos, figuração peculiar e muita criatividade na edição e na arte final.

IMG_5876IMG_5871IMG_5863 IMG_5875IMG_5881IMG_5879IMG_5884IMG_5864IMG_5890IMG_5887 IMG_5867IMG_5874IMG_5891Chá de arruda tem poder

O interessante dessa edição é que cada foto do editorial de moda vem acompanhada de um título que identifica alguma tendência da temporada. Os temas variam entre streetwear, militarismo, boudoir, sci-fi e diversas técnicas como patchwork e décadas, como o 50’s da foto de capa. Nem precisava, mas essa atitude trouxe um pouco de realidade e argumento para a moda da MAG.

Por fim, algumas imagens do curioso caderno Dinamarca, com arquitetura, personagens e matérias especiais sobre Copenhagen. A justificativa para esse especial? “Nós da ffwMAG! olhamos para o norte, para a frente e para o futuro. Como será o amanhã? A Dinamarca sabe.” nas palavras do publisher, Paulo Borges.

IMG_5901 IMG_5903IMG_5906IMG_5910IMG_5904Gente fina

PS: Tá. Revendo as imagens, achei que os modelos tem alguns vícios de expressão. Me engano?

2 comentários:

Pedro disse...

. pararam de vender a Mag aqui...

e acabei meio que deixando de lado.
apesar dessa edição não me chamar muito a atenção...

Leandro disse...

Achei frioooo. Qdo rolar na Mag! uma Swimsuit Issue ou Banheira do Gugu Edition, volto a comprá-la. ;-)

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^