quarta-feira, 25 de janeiro de 2012

Passou ou não passou dos limites?

Um tanto de gente tem perguntado se vamos ou não postar a capa da VEJA desta semana. Então, desde o dia que a capa começou a circular na internet, temos conversado sobre a bendita. Daí que as opiniões são contraditórias e - nada melhor neste momento - vamos abrir a discussão por aqui. Por isso, preciso que vocês digam o que acharam nos nossos comentários.
Particularmente, acho feia. É, feia. Graficamente a capa é bastante pobre, usar tons de roxo/lilás em todos os destaques torna coisa monótona e óbvia demais por combinar com o biquini. Esse caixote preto poderia ter sido melhor trabalhado. Por que não uma tarja mais estreita? Afinal, a chamada fala que está tudo liberado, mas nem tanto...
Sobre a temática, acredito que esta é a única maneira que a VEJA conseguiria abordar o assunto mais comentado das redes sociais na semana passada: informação pasteurizada e uma breve - e tendenciosa - lição de moral.
Agora, de fato, dar de cara com esse bundão nas bancas é impactante. Muito impactante. Não esparava esta imagem nesta revista.

14 comentários:

Davi Arloy disse...

Como voce disse, a capa é feia. Graficamente feia e pobre. A idéia de colocar o frame de um vídeo é bacana mas parece que eles expandiram tanto que perdeu as dimensões. Achei bem puxada!

Trocando em miúdos disse...

Quando vi essa capa nas bancas já fiquei logo no aguardo do poste do Das Bancas. Uma gostosa na capa da Veja, e de biquini e de bunda empinada, e com essa chamada dentro do caixote, tudo muito esdruxulo e difícil de processar. Capa horrorosa,escolha infeliz das cores... A Veja tinha mils outras formas de abordar o assunto com um pouco mais de bom gosto.

Gabriela disse...

Não sei o que dizer da capa, porque me incomodou muito mais a forma como eles abordaram o assunto em si. Transformaram o que aconteceu numa mera "cena tórrida", o que é bem estranho, porque isso já aconteceu em outros BBBs e não houve a mesma indignação da parte deles.

Bruno Menesis disse...

Das opções pegaram a mais pobre em tudo.

Haviam varias formas de se abordar esse tema em capa, varias imagens, das mais leves as mais extravagantes. Composições mais audaciosas, assim como o tema de capa. Mas o que esperar de uma revista tão pobre graficamente como a Veja?

Rafael S disse...

Muito está se falando da imagem de capa, mas as chamadas no topo "a metrópole que o Brasil ama odiar" é ainda pior, desnecessariamente bairrirista.

Gabriela disse...

Com essa capa, não é uma revista que dê para se ler no trabalho, convenhamos... mas o assunto é sério e acho a capa condizente com o barulho que causou nas redes e com o problema que rendeu à Globo.

Alípio disse...

Eu acho que a capa é ótima, independentemente dos quesitos técnicos. Eu parei, olhei e entrei na banca pra ver de perto, ou seja, me chamou atenção, pois era algo que não esperava.

Foda é a lição de moral kkkkk

De quem é o bundão? rsrs

Essa ai só perde para o Eike Batista de Deng Xiaoping... eu tive crise de riso vendo aquilo.


PS: "CRACK - A forma mortal da cocaína chega à classe média" WTF?
Estão, sei lá, uns 10 anos atrasados... Veja, kkkkkk

Alípio disse...

Mas fiquei curioso mesmo pra ler foi o "São Paulo, a metrópole que o Brasil ama odiar".
Já faço até ideia, já que a revista é feita principalmente para os paulistanos.

thiago disse...

Sim Veja, você passou dos limites.

Lógico que é pertinente o assunto. Altamente, inclusive. Assunto de capa certo e na hora certa.

A revista "apenas" errou completamente a mão na hora de escolher essa foto para a capa. Apelativa ao extremo. Ficaria muito melhor colocar uma foto da um print daquelas câmeras de imagens negras e verdes que captaram o suposto estupro.

Bizarro Veja, bizarro!

Gabriela disse...

thiago, acho q uma capa com um print da cena do edredom poderia até ser mais elegante, mas não chamaria tanto a atenção pq o print e o vídeo com a cena já foi visto à exaustão por todos... é como o Alípio disse, essa é a capa que chama a atenção do leitor no meio de tantas outras. E não sou fã da Veja não, viu? Seja pelo seu conteúdp, seja pelas suas capas qualquer-nota dos últimos tempos...

Bruce Leal disse...

A capa chama atenção, o assunto até que é relevante, mas não curti a capa, ela é feia. Acho que dava pra usar a mesma ideia e o resultado ser bem melhor.

[JP] João disse...

Gente
É a semana do aniversário da cidade mais importante do Brasil

Nada mais justo que uma matéria sobre ela

Alípio disse...

Uma matéria sobre SP é claro que é natural...

Só comentei que fiquei curioso, pq olha o título... Aposto um braço que nessa matéria o teor é "xenofóbico", de preconceito com o que não é SP.

Fran Alves disse...

RT "Essa ai só perde para o Eike Batista de Deng Xiaoping... eu tive crise de riso vendo aquilo." by Alipio

Nas bancas que visito normalmente todas esconderam a capa , uma coisa rara de se acontecer. Brasileiro não gosta de bundas escancaradas independente do veiculo que esteja citando o assunto.

E outra isso é um assunto tão bundão,tão debatido que combina com a capa feia , com tanta coisa séria e realmente importante precisando ser discutida no país, acaba até combinando com a realidade brasileira.

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^