terça-feira, 12 de abril de 2011

Uma luz no fim do túnel

A sempre boa (da série trocadilhos irresistíveis) Fabiana Semprebom é capa da (inversamente proporcional) Maxim Brasil. Tirando o amontoado de chamadas – não li nem 1/3, e vocês? – gosto dessa capa, ainda mais se levar em conta o sofrido histórico da revista.
Olha a Maxim acertando na modelo aí, gente
Quando a vi nas bancas, por ser a Semprebom e por ser a Maxim Brasil, fiquei reticente, acreditei que o recheio traria somente fotos reaproveitadas do catálogo da Victoria's Secret. Mas não, as fotos são todas inéditas, feitas pelo irmão da modelo, Rodrigo Semprebom.  
maxim4
Família que fotografa unida... 
O ensaio é aquele típico de lingerie que não agrega nada, mas mesmo assim consegue superar o de abril da líder de vendas do segmento sensual-sem-nudez, a VIP. Prefiro muito mais as fotos com fundo neutro, como a usada na capa, a essas onde o cenário ganhou mais destaque.   
E ser a primeira masculina a dar Fabi numa capa ganha pontos com o dasBancas. A modelo (modelo de verdade e não aquilo que a revista andava dando) é uma boa opção em meio a nomes óbvios. Quero também Aline Weber, Cintia Dicker, Emanuela de Paula...
  maxim5
maxim3maxim1
maxim6
Será que agora vai, Maxim?

Fotos: Reprodução Maxim

3 comentários:

Augusto disse...

Que venha a Mel Lisboa no mês que vem

Floricultura disse...

Deve ser muito estranho falar pra irmã empinar um pouco mais a bundinha pra esquerda... pra direita.

Leandro disse...

Pensei nisso, Floricultura.

Postar um comentário | Feed



Blog Widget by LinkWithin
 
^